Características e benefícios


O Brahman tem sido muito usado no Brasil para a realização de cruzamento industrial com as diversas raças existentes, e tem mostrado sua grande importância, pois os principais países que concorrem com o Brasil nas exportações de carne usam como base o gado Brahman. O melhor exemplo é a Austrália, segundo maior exportador de carne mundial, onde 70% do seu rebanho de corte tem grau de sangue da raça. Os Estados Unidos, Colômbia e México também têm importantes rebanhos de corte com base no Brahman.

 

O Brahman no Brasil

O Brahman é a raça zebuína de corte que mais cresce no país. Somos a terceira potência mundial em animais Brahman registrados. Nos últimos seis anos, o número de registros de nascimento junto à ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores de Zebu) aumentou 81,53%. Já os criatórios que registram animais Brahman junto à mesma associação aumentaram 20% nos últimos dois anos. Ou seja, temos um cenário muito otimista e vamos trabalhar para alcançar o segundo lugar de maior rebanho Brahman do mundo ainda em 2012.

O Brahman é a raça que consegue aliar alta produtividade (ótimo rendimento de carcaça), qualidade de carne, docilidade, precocidade, fertilidade e a rusticidade necessárias, principalmente para criação em um clima tropical como o do Brasil.

Com 18 anos de Brasil, o Brahman Brasileiro já é o terceiro maior rebanho do mundo.

  • Apresentamos um crescimento no número de registros junto à ABCZ, só para nascimentos nos últimos seis anos, de mais de 81%. Este número nos permitir afirmar que, em pouco tempo, o Brahman Brasileiro será o maior rebanho do mundo, quando, seguramente, teremos que exportar ainda mais genética Brahman para vários países.
  • Segundo o Anuário DBO, os 57 leilões da raça Brahman comercializaram mais de R$ 22 milhões (22.079.640,00);
  • De acordo com o Anuário DBO, o Brahman é a segunda raça zebuína que mais se valorizou em 2011;
  • Valorização em cerca de 80% (79,30%) dos reprodutores Brahman de 2005 para 2011;
  • Valorização em cerca de 50% ( 46,74%) das matrizes Brahman de 2005 para 2011.

Mercado de sêmen:

  • Segunda raça zebuína de corte que mais produziu sêmen no ano de 2011;
  • No ano passado, foi exportada genética brasileira, via centrais de inseminação, para cinco países (Angola, Argentina, Canadá, Equador e Paraguai), totalizando quase 12 mil doses (11.847 doses);
  • Segunda maior raça zebuína em exportação no ano de 2011;
  • O Brahman apresentou de 2008 a 2011, crescimento de 14,30% na comercialização de sêmen.
  • Hoje nos sites das 9 principais centrais e comercializadoras de sêmen do Brasil, existe 224 opções de touros disponíveis para a produção e em comercialização.

Brahman TV