In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player

Powered by RS Web Solutions




Em parceria com entidade de pesquisas de renome internacional a entidade busca a evolução customizada do programa de melhoramento genética da raça


A Associação dos Criadores de Brahman do Brasil (ACBB) lançou durante o período da ExpoZebu – evento que terminou no último final de semana, a nova parceria firmada entre a entidade e a Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores (ANCP).
Batizado de "Brahman +", o novo projeto inclui características relevantes que são específicas da seleção zootécnica da raça Brahman dentro da plataforma do programa de melhoramento já existente.
O consultor técnico da ANCP, Daniel Biluca explica que as novas DEPs vão contemplar índices de  funcionalidade e, destacar o desempenho do rebanho. "As características funcionais que são o foco do projeto, como: umbigo, facilidade de parto, peso ao nascer, bem como as características produtivas são informações que foram demandadas pelos criadores.
O Brahman já tem um desempenho muito bom, que vem sendo controlado por vários programas, mas há essa exigência e necessidade da busca por características funcionais’, explicou. O técnico participou da apresentação das inovações aos criadores ao lado do presidente da ANCP, o pesquisador Raysildo Lôbo. “A associação em parceria com a ACBB está propondo uma reestruturação do PMGRB (Programa de Melhoramento Genético da Raça Brahman) que existe desde 2001. No novo formato essas características funcionais serão inclusas no sistema para gerar novas DEPs.
Contamos com a adesão dos associados que vão contribuir muito na coleta desses dados e tudo isso também pode motivar um interesse maior pela raça”, ressalta.
Adesão 
Os associados da ACBB receberam explicações sobre as condições de adesão, sobre os critérios que vão determinar a condução do programa, além de como serão feitos o atendimento técnico extensivo e o apoio ao serviço das fazendas na coleta dos dados com objetivo de garantir a confiabilidade dos resultados do Brahman. “Estamos em 19 rebanhos de Brahman no Brasil e, inclusive alguns fora também.
O objetivo é aumentar essa base de dados para que possamos ter mais dados e um programa mais consistente”, destacou Daniel Biluca.

Números
A ANCP divulgou os números recordes de avaliação. A entidade contabilizou mais de 68 mil animais avaliados e a meta é avançar em outros rebanhos para aumentar a população selecionada  geneticamente pelo PMGRB.
“Hoje são 13 características com DEPs. O que a gente quer, é aumentar pelo menos 3 ou 4 características funcionais. Entre as vantagens está o auxílio aos criadores nos acasalamentos com informações precisas da herança genética de um animal e, a opção de definir acasalamentos com mais rigor e a possibilidade de controlar, corrigir e melhorar o gado em aspectos desejados. Um exemplo é quando temos um touro que tem alto peso ao nascer. Com esse animal não é possível colocar uma vaca que também tenha alto peso ao nascer para não acontecer um aumento drástico dessa característica. Porém, se tem um touro possui baixo peso ao nascer é possível usar ele estrategicamente nos acasalamentos para controlar as condições da vaca”, comentou o consultor.
Avaliação
O coordenador do Conselho Técnico da Raça Brahman, João Cervoni falou sobre o projeto e sobre as expectativas da diretoria da entidade. Cervoni diz que o programa é muito valido e pode ser um grande apoio ao crescimento e fortalecimento da raça. “ “Não há um programa de melhoramento oficial da raça Brahman, cada criador utiliza as ferramentas e os métodos que lhes são mais adequados.
Mas o  projeto pode vir a ser um grande apoio para atender as especificações atuais da raça e suas necessidades com o suporte dos técnicos da ANCP que acompanharão o serviço. Praticamente todos os programas têm um padrão de índice e um padrão de avaliações de DEPs, com isso o Brahman + vem para somar sendo um programa personalizado para os brahmistas. Com essas características que entram, como peso ao nascimento, incluindo dados internacionais de touros como os de avaliação de umbigo teremos mais uma ferramenta para o criador, para o pecuarista e o nosso associado trabalharem”, alerta.
Cervoni falou ainda sobre as características principais que devem ser observadas para a identificação de animais produtivos e rentáveis. “É preciso cuidar do que vem sendo feito e melhorar o que já apresentou resultados. Existe uma demanda do mercado por touros que estão trabalhando a campo e por fêmeas de produção e dentro dessas demandas, peso ao nascimento e comprimento e tamanho do umbigo são as características que serão inseridas de imediato. Precisamos focar nessas questões. Depois virão outras que estão sendo estudadas e com parâmetros sendo definidos”, conclui. 

Texto: Sabrina Alves e Márcia Benevenuto  Fotos: Carlos Lopes
A Associação dos Criadores de Brahman do Brasil (ACBB) lançou durante o período da ExpoZebu – evento que terminou no último final de semana, a nova parceria firmada entre a entidade e a Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores (ANCP).
Batizado de "Brahman +", o novo projeto inclui características relevantes que são específicas da seleção zootécnica da raça Brahman dentro da plataforma do programa de melhoramento já existente. O consultor técnico da ANCP, Daniel Biluca explica que as novas DEPs vão contemplar índices de  funcionalidade e, destacar o desempenho do rebanho. "As características funcionais que são o foco do projeto, como: umbigo, facilidade de parto, peso ao nascer, bem como as características produtivas são informações que foram demandadas pelos criadores. O Brahman já tem um desempenho muito bom, que vem sendo controlado por vários programas, mas há essa exigência e necessidade da busca por características funcionais’, explicou.
O técnico participou da apresentação das inovações aos criadores ao lado do presidente da ANCP, o pesquisador Raysildo Lôbo. “A associação em parceria com a ACBB está propondo uma reestruturação do PMGRB (Programa de Melhoramento Genético da Raça Brahman) que existe desde 2001. No novo formato essas características funcionais serão inclusas no sistema para gerar novas DEPs. Contamos com a adesão dos associados que vão contribuir muito na coleta desses dados e tudo isso também pode motivar um interesse maior pela raça”, ressalta.
 
Adesão
  Os associados da ACBB receberam explicações sobre as condições de adesão, sobre os critérios que vão determinar a condução do programa, além de como serão feitos o atendimento técnico extensivo e o apoio ao serviço das fazendas na coleta dos dados com objetivo de garantir a confiabilidade dos resultados do Brahman.
“Estamos em 19 rebanhos de Brahman no Brasil e, inclusive alguns fora também. O objetivo é aumentar essa base de dados para que possamos ter mais dados e um programa mais consistente”, destacou Daniel Biluca.
 
Números
A ANCP divulgou os números recordes de avaliação. A entidade contabilizou mais de 68 mil animais avaliados e a meta é avançar em outros rebanhos para aumentar a população selecionada  geneticamente pelo PMGRB.
“Hoje são 13 características com DEPs. O que a gente quer, é aumentar pelo menos 3 ou 4 características funcionais. Entre as vantagens está o auxílio aos criadores nos acasalamentos com informações precisas da herança genética de um animal e, a opção de definir acasalamentos com mais rigor e a possibilidade de controlar, corrigir e melhorar o gado em aspectos desejados. Um exemplo é quando temos um touro que tem alto peso ao nascer. Com esse animal não é possível colocar uma vaca que também tenha alto peso ao nascer para não acontecer um aumento drástico dessa característica. Porém, se tem um touro possui baixo peso ao nascer é possível usar ele estrategicamente nos acasalamentos para controlar as condições da vaca”, comentou o consultor.
 
Avaliação
O coordenador do Conselho Técnico da Raça Brahman, João Cervoni falou sobre o projeto e sobre as expectativas da diretoria da entidade. Cervoni diz que o programa é muito valido e pode ser um grande apoio ao crescimento e fortalecimento da raça. “
“Não há um programa de melhoramento oficial da raça Brahman, cada criador utiliza as ferramentas e os métodos que lhes são mais adequados. Mas o  projeto pode vir a ser um grande apoio para atender as especificações atuais da raça e suas necessidades com o suporte dos técnicos da ANCP que acompanharão o serviço. Praticamente todos os programas têm um padrão de índice e um padrão de avaliações de DEPs, com isso o Brahman + vem para somar sendo um programa personalizado para os brahmistas. Com essas características que entram, como peso ao nascimento, incluindo dados internacionais de touros como os de avaliação de umbigo teremos mais uma ferramenta para o criador, para o pecuarista e o nosso associado trabalharem”, alerta.
Cervoni falou ainda sobre as características principais que devem ser observadas para a identificação de animais produtivos e rentáveis. “É preciso cuidar do que vem sendo feito e melhorar o que já apresentou resultados. Existe uma demanda do mercado por touros que estão trabalhando a campo e por fêmeas de produção e dentro dessas demandas, peso ao nascimento e comprimento e tamanho do umbigo são as características que serão inseridas de imediato. Precisamos focar nessas questões. Depois virão outras que estão sendo estudadas e com parâmetros sendo definidos”, conclui. 


Texto: Sabrina Alves e Márcia Benevenuto 
Fotos: Carlos LopesA Associação dos Criadores de Brahman do Brasil (ACBB) lançou durante o período da ExpoZebu – evento que terminou no último final de semana, a nova parceria firmada entre a entidade e a Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores (ANCP). Batizado de "Brahman +", o novo projeto inclui características relevantes que são específicas da seleção zootécnica da raça Brahman dentro da plataforma do programa de melhoramento já existente. O consultor técnico da ANCP, Daniel Biluca explica que as novas DEPs vão contemplar índices de  funcionalidade e, destacar o desempenho do rebanho. "As características funcionais que são o foco do projeto, como: umbigo, facilidade de parto, peso ao nascer, bem como as características produtivas são informações que foram demandadas pelos criadores. O Brahman já tem um desempenho muito bom, que vem sendo controlado por vários programas, mas há essa exigência e necessidade da busca por características funcionais’, explicou. O técnico participou da apresentação das inovações aos criadores ao lado do presidente da ANCP, o pesquisador Raysildo Lôbo. “A associação em parceria com a ACBB está propondo uma reestruturação do PMGRB (Programa de Melhoramento Genético da Raça Brahman) que existe desde 2001. No novo formato essas características funcionais serão inclusas no sistema para gerar novas DEPs. Contamos com a adesão dos associados que vão contribuir muito na coleta desses dados e tudo isso também pode motivar um interesse maior pela raça”, ressalta.  Adesão  Os associados da ACBB receberam explicações sobre as condições de adesão, sobre os critérios que vão determinar a condução do programa, além de como serão feitos o atendimento técnico extensivo e o apoio ao serviço das fazendas na coleta dos dados com objetivo de garantir a confiabilidade dos resultados do Brahman. “Estamos em 19 rebanhos de Brahman no Brasil e, inclusive alguns fora também. O objetivo é aumentar essa base de dados para que possamos ter mais dados e um programa mais consistente”, destacou Daniel Biluca.  Números A ANCP divulgou os números recordes de avaliação. A entidade contabilizou mais de 68 mil animais avaliados e a meta é avançar em outros rebanhos para aumentar a população selecionada  geneticamente pelo PMGRB. “Hoje são 13 características com DEPs. O que a gente quer, é aumentar pelo menos 3 ou 4 características funcionais. Entre as vantagens está o auxílio aos criadores nos acasalamentos com informações precisas da herança genética de um animal e, a opção de definir acasalamentos com mais rigor e a possibilidade de controlar, corrigir e melhorar o gado em aspectos desejados. Um exemplo é quando temos um touro que tem alto peso ao nascer. Com esse animal não é possível colocar uma vaca que também tenha alto peso ao nascer para não acontecer um aumento drástico dessa característica. Porém, se tem um touro possui baixo peso ao nascer é possível usar ele estrategicamente nos acasalamentos para controlar as condições da vaca”, comentou o consultor.  Avaliação O coordenador do Conselho Técnico da Raça Brahman, João Cervoni falou sobre o projeto e sobre as expectativas da diretoria da entidade. Cervoni diz que o programa é muito valido e pode ser um grande apoio ao crescimento e fortalecimento da raça. “ “Não há um programa de melhoramento oficial da raça Brahman, cada criador utiliza as ferramentas e os métodos que lhes são mais adequados. Mas o  projeto pode vir a ser um grande apoio para atender as especificações atuais da raça e suas necessidades com o suporte dos técnicos da ANCP que acompanharão o serviço. Praticamente todos os programas têm um padrão de índice e um padrão de avaliações de DEPs, com isso o Brahman + vem para somar sendo um programa personalizado para os brahmistas. Com essas características que entram, como peso ao nascimento, incluindo dados internacionais de touros como os de avaliação de umbigo teremos mais uma ferramenta para o criador, para o pecuarista e o nosso associado trabalharem”, alerta. Cervoni falou ainda sobre as características principais que devem ser observadas para a identificação de animais produtivos e rentáveis. “É preciso cuidar do que vem sendo feito e melhorar o que já apresentou resultados. Existe uma demanda do mercado por touros que estão trabalhando a campo e por fêmeas de produção e dentro dessas demandas, peso ao nascimento e comprimento e tamanho do umbigo são as características que serão inseridas de imediato. Precisamos focar nessas questões. Depois virão outras que estão sendo estudadas e com parâmetros sendo definidos”, conclui. 

Texto: Sabrina Alves e Márcia Benevenuto  Fotos: Carlos Lopes
Com um faturamento que ultrapassou a casa de R$1 milhão, terminou no último sábado a dobradinha de leilões promovidos pelos criadores da raça Brahman

Durante a ExpoZebu 2017, foram realizados dois leilões de alta genética da raça na Casa do Brahman, dentro do Parque Fernando Costa, em Uberaba/MG. O primeiro remate foi o “Elos do Brahman”, com genética dos promotores Brahman Braúnas, UberBrahman e de convidados.O faturamento ultrapassou os R$ 400 mil, com a venda de 21 lotes. 
Destaque para o touro MR Uber Tufão POI 951, vendido para a Alta Genetics do Brasil e Brahman do Lago, considerado um sucesso em vendas de semên no Brasil e no exterior, além de ter uma grande demanda de sua genética para países da Ásia.Outro destaque foi a venda de 50% do UBER 806.
O reprodutor que tem características modernas foi vendido para Mauricio Cid, membro de uma das famílias pioneiras na criação da raça. Também chamou a atenção a venda do touro MR UBER Diamante 1319. O animal que reúne carcaça volumosa e bem acabada com beleza racial, foi adquirido por criadores da Venezuela com projeto para industrialização do sêmen e venda para criadores estrangeiros.
Os negócios internacionais também foram fomentados pelo criatório Las Talas do Paraguai. O grupo que é líder de venda de sêmen naquele país lançou, arrematou e iniciou conversas no intuito de levar outros animais de pista para o país de sua origem. "Iniciamos este trabalho com os leilões internacionais nos Congresso Latino Americano e no Congresso Mundial.
O Brahman é uma raça Global e buscamos uma comercialização integrada a genética, onde todos ganham e a raça avança", ressalta Aldo Valente. Encerrando a programação da Associação Promocional e o calendário comercial, aconteceu no sábado (6), logo após a festa de premiação dos grandes campeonatos da ExpoZebu, o 12º Leilão Nacional Brahman Produção. O remate encerrou a agenda da 83ª ExpoZebu e movimentou R$ 637.440 com 150 animais.Com média de R$ 3.871, as fêmeas lideraram a vitrine com 128 exemplares.
Do grupo saíram 122 animais Puros de Origem e seis Livro Aberto (LA). Todas as matrizes LA foram arrematadas em um único lote por R$ 25.920 por Cláudio Affonso, na maior negociação do pregão.Também foram vendidos 21 touros e garrotes ao preço médio de R$ 6.754.O evento foi promovido pelos criatórios Rancho Brahman, Brahman do Lago, Brahma Vitória, Querência e Seg Brahman.Os trabalhos de pista foram coordenados pelo leiloeiro Guillermo Sanchez, com pagamentos fixados em 24 parcelas. A organização foi da Programa Leilões e a transmissão do Canal Rural. O presidente da Associação dos Criadores de Brahman do Brasil, Adalberto Cardoso comemorou os resultados obtidos.“Leilão é sempre bom, é uma forma mais rápida de divulgar a raça, independente se os resultados são ou não excepcionais.
Tivemos bons resultados e houveram vendas expressivas em relação ao mercado de hoje, inclusive a venda de um touro arrematado por mais de 100 mil reais e outra novilha minha, vendida por quase R$70 mil. Não conseguimos vender 100% do gado comercial, mas já recebemos o interesse de pecuaristas que irão diretamente na fazenda para ver e adquirir os animais”, afirmou.Adalberto falou ainda sobre o crescimento comprovado do Brahman nos últimos anos, destacando o crescimento do mercado de animais de produção comercial a campo e o interesse de centrais pelos reprodutores a raça.“Estamos fazendo um intenso trabalho de divulgação para a evolução da raça, o que vem sendo comprovado na solidez das comercializações. Estamos presentes em diversos países e a resposta dos estrangeiros que nos visita é unânime em afirmar que a qualidade do gado Brahman é superior e atende aos propósitos da pecuária internacional”, pontua. 

Texto: Sabrina Alves (ACBB)
Foto: Carlos Lopes




Políticos ligados ao setor pecuário manifestaram apoio à Associação dos Criadores de Brahman do Brasil (ACBB) durante reunião promovida na última semana com a presença do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Blairo Maggi, para a promoção do Programa Internacional da Cadeia da Carne em Clima Tropical e Subtropical com foco na raça Brahman. Entre os presentes estavam o líder do PSD na Câmara Federal, membro da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado federal Marcos Montes; a deputada Federal do Mato Grosso do Sul, Tereza Cristina (PSB); o chefe de gabinete e o secretário-executivo do Ministério, Coronel Castilho e Eumar Novacki, respectivamente.Na reunião a ACBB apresentou argumentos importantes sobre a contribuição da raça na cadeia produtiva da carne, na geração de renda e de alimentos nobres para a comunidade internacional.Na ocasião também foram expostos os projetos para a realização do I Fórum Técnico Internacional da Cadeia Produtiva da Carne – Brahman e da já tradicional ExpoBrahman. Os eventos estão programados para acontecer em Uberaba, entre os dias 2 de setembro até 1º de outubro de 2017.“Buscamos o apoio e recursos financeiros para a realização de um Programa Internacional da Cadeia da Carne em Clima Tropical e Subtropical em especial com a utilização da raça Brahman, mundialmente reconhecida como grande produtora de carne de qualidade. O programa será lançado e iniciado junto com no período do Fórum e da Expobrahman. Vamos criar um momento de divulgação e promoção do Brahman, como um 'intensivo' junto a criadores, técnicos e apreciadores da raça. Pretendemos atingir principalmente pessoas que são formadoras de opinião e estão presentes no mercado. Abordamos ações estratégicas bem elaboradas que visam reposicionar o importante protagonismo da raça Brahman no Brasil e no mundo. Estamos sensíveis as exigências do mercado, ao momento que determina soluções sustentáveis na produção e saímos na frente para buscar soluções e fortalecer a cadeia produtiva com a nossa raça”, destacou a gerente Técnica Executiva, Maria de Lamare, que na ocasião esteve acompanhada da equipe da Borgata Comunicação.O deputado Marcos Montes manifestou o seu apoio assegurando que pretende, nos próximos dias, se reunir com o ministro Blairo Maggi para repassar as reivindicações da ACBB. “Não é por acaso que a raça Brahman atingiu, em poucos anos, no Brasil, um lugar de destaque no ranking mundial”, afirmou o deputado reforçando ainda que a “raça está entre as melhores em fertilidade e longevidade”.

Jornalista Sabrina Alves
(Foto: Cláudio Basílio de Araújo/LiderançaPSD)


Grande Campeão ExpoZebu 2017
CABR MUSSAMBE 2264 - CABR 2264, do criador e expositor PAULO DE CASTRO MARQUES.



Reservado Grande Campeão ExpoZebu 2017
MR 2376 PORTOBELLO - BELO 2376, do criador e expositor RESORT PORTOBELLO LTDA.



Terceiro Melhor Grande Campeão ExpoZebu 2017
MR BR 77 1245 FIV - AMRO 1245, do criador e expositor MARY LUCIA GOMES CARDOSO.







Grande Campeã Brahman ExpoZebu 2017
Miss Portobello 2322, do criador e expositor Resort Portobello


Reservada Grande Campeã Brahman ExpoZebu 2017
CABR Nova Karu 2345 - CABR 2345, do criador e expositor Paulo Castro Marques




Terceira Melhor Grande Campeã ExpoZebu 2017
Miss BR 77 1274 - AMRO 1274, do criador e expositor Mary Lucia Gomes Cardoso








Brahman TV

 

database Ranking

kexi Calendário de Eventos

 

folder inbox NewsLetter